Resenha Simplesmente acontece

18:02:00


 

Sinopse: O que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para outra simplesmente não conseguem ficar juntas?
Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos.

Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos.
Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails e cartas. Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples.

 

Resenha: Rosie e Alex são amigos desde que tinha apenas 5 anos de idade e desde então, onde um ia o outro também ia. Eles compartilhavam tudo de suas vidas um com o outro. Rosie sempre quis ser dona de um hotel e Alex sempre quis ser médico, o que rendia brincadeiras em que Alex tinha que se passar por um hóspede do hotel de Rosie e Rosie, quando se machucava, se tornava uma paciente de Alex.

O tempo foi passando e nossos adoráveis amigos foram crescendo.

Já prestes a terminar o colégio, Alex é obrigado a se mudar para Boston com sua família, pois seu pai recebeu uma promoção em seu emprego.

Cada um com suas vidas completamente diferentes e vivendo cada um em um país, Rosie acaba engravidando no baile de formatura da escola e seu grande sonho de fazer faculdade de hotelaria vai por água a baixo.

Os anos se passam e os dois descobrem que possuem um sentimento muito forte.

Mas será esse sentimento correspondido? Ou será que anos irão se passar e o sentimento irá ficar “guardado” ?

Um livro completamente maravilhoso e encantador. Ele é todo contado em forma de cartas e e-mails trocados entre os personagens, pode parecer um pouco cansativo um livro ser todo contado dessa forma, mas eu não achei cansativo, muito pelo contrário. Eu achei uma ideia diferente de se escrever um livro e mantiveram os erros de português para manter o livro o máximo possível próximo da realidade. Cecelia Ahern continua me catiando cada vez mais. Esse foi o segundo livro que li dela (o primeiro foi P.S Eu te amo, que achei maravilhoso) e pretendo ler os outros livros da autora.

You Might Also Like

0 comentários

Parceiros

Parceiros
Editora Chiado